Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

LINHA CRUZADA - 5 CAPITULO (web novela)






Paulo encerra mais um plantão e seu companheiro conta o dinheiro de subornos.
__ Toma parceiro... A sua parte!

Paulo olha pro dinheiro e logo responde:
__ Apesar de precisar eu não posso pegar. Você me entende? Vai contra os meus princípios.
__ A hora que você resolver ganhar por fora, estamos aqui.

__ Eu, de coração rezo pra esse dia nunca chegar. Por que se isso acontecer eu não vou ser mais um policial, vou ser um carrasco da sociedade.

__Que mane sociedade! O negocio é dinheiro no bolso! Se você não tem dinheiro, a sociedade te exclui e aí... Já era sociedade! Você fica fora dela!

__Tudo bem cara... Eu te entendo. Mas por enquanto eu me sinto melhor assim. Se um dia eu mudar de ideia... Te procuro! Agora vamos falar de outra coisa...

Pela manhã Nina se apronta para ir para escola e se despede da mãe...

__ Tchau, mãe! Eu já vou descer.
__ Vai com Deus minha filha.


Nina sai de casa, toda serelepe e saltitante. Fala com um fala com outro, compra pirulito em uma birosca e assim vai toda alegre. Logo ela dá de cara com Michel, mas ele age como se não estivesse a enxergando. 




Nina não se conforma e fala com ele:

__ Michel, você não vai falar comigo?

Michel demora a olhar pra Nina...

__ Garota! Eu já te falei, você está brincando com fogo. Eu sou bandido não to de brincadeira.

__ Eu é que não estou.

__ O que você ta querendo comigo? Eu considero a sua mãe, o seu pai, Vê bem o que você ta fazendo?

__ Ai, que saco! Por que você não faz logo o que você quer?

Enquanto Nina fala Michel olha pra uma mulher que está passando. Nina se irrita e dá um tapa no ombro dele.

__ Ou! Me respeita!  - Nina esbraveja
__ Nossa! Ela é braba. Eu vou ter que domar você é?
__ É só o que eu quero. Eu só quero que você me dê atenção.

Michel dá um beijo em Nina

__ Você quer ir comigo num lugar? Por que eu preciso descansar.
__ Onde?
__ Sim ou não?
__Mas é aonde?
__Porra! Você não quer ser minha mina? Vai ficar cheia de graça? Se liga na responsa! -  Michel fala irritado.

__ Ta bom, eu vou. Mas a minha mãe não pode saber e tem que ser no horário da minha aula.

Eles caminham em direção ao carro que eles vão sair do morro.


Micaela passa na casa de Nina para ir junta pra escola, mas fica sabendo que ela acabou de descer. Quando ela desce vê Nina e Michel dentro de um carro, mas não dá tempo de chamá-la. Vários homens armados vão correndo na frente  e atrás do carro.

__ Meu Deus! Não acredito no que eu estou vendo! A Nina com o meu irmão.

Micaela não acredita que é Nina e vai perguntar.

__ Colega! Aquele que desceu agora, por acaso é o meu irmão Michel?
__ Foi o patrão que desceu sim.
__ E aquela garota que ta com ele?
__ É a mina dele.
__ Mina de quem? Dele! Há, há, há, há! Valeu colega! Há, há, há!

Na rua Michel para com o carro no sinal e quando olha para o lado vê que a motorista e Melissa. 







Michel arregala os olhos como se quisesse falar algo. Ela vê também e fica ansiosa, mas o sinal abre e eles precisam ir embora. Nina percebe e fica com carão.


__ O que foi Michel? Você conhece essa mina do carro aqui do lado?
__ Ta maluca? Claro que não...

Após andar um pouco mais com o carro Michel entra em um Motel.  Nina fica olhando pra cara dele e muito confusa por dentro. Michel olha pra Nina e dá risada.


Quando chega lá dentro ela fica muito desconfiada olhando tudo. Michel age como se nada estivesse acontecendo. Tira a blusa e deita na cama. Depois de deitar ele chama Nina.

__ Ou! Você não vai deitar aqui?
__ Eu? Não! Quer dizer, pra que?
__ Pra gente namorar!
__ Namorar! Como?
__ Oh! Eu não vou te estuprar não!
__ Eu sei! É por que eu não me preparei pra vim aqui.
Michel levanta e começa a beijar Nina

Nina se deita e Michel logo começa a beijá-la e fazer caricias. As carícias vão aumentando e quando Nina vê Michel já está mamando seu peito. 


Apesar de estar sentindo um calor que vem lá das partes baixas e o coração disparado, Nina se solta dele e fala ofegante:

__ Calma aí! O que você falou pra mim!
__ Que isso minha princesa, para com esse medo!
__ Que medo o que! Você nem me perguntou se eu queria vim pra cá! Ta pensando o que? Que é assim é. Eu não sou essas mulheres que você pega por aí não tá!

Michel se irrita, pois nessas alturas ele já está taradão.


__ Quer saber de uma coisa! Você quer ser mulher de vagabundo assim? Cheia de gracinha! To ficando de saco cheio de você! Droga!

Nina olha de cara feia para Michel e fala como uma metralhadora...

__Você não me conhece. Você ainda não me viu nervosa. Não pense você que eu sou aquele monte de homens que morrem de medo de você.

__ Oh rapá! Eu devia de te dar umas porradas. Porradas não, um tiro no pé. Mas eu vou te perdoar de novo. Agora você pode ir embora!

__ Eu vou mesmo e você não fala mais comigo, ta! Finge que nem me conhece.

Nina junta as coisas dela reclamado. 


Michel pega o dinheiro e joga nela.

_ Aí pra sua passagem! 

Nina pega o dinheiro, joga nele e sai gritando antes que ele a pegue.

_ Enfia no cu! 

Michel ainda tenta pega-la, mas não consegue... Fica puto da vida olhando pra porta.


__ Era só o que me faltava! Uma mulher doida...

O celular dele toca e automaticamente ele já esquece o que estava acontecendo ali.

__ Alô! Fala irmão...  O que? Vocês pegaram esse safado! Prende ele aí! Eu mesmo quero matar ele... O meu irmão, já falei o que é pra fazer. Pode dar um pau nele, mas eu quero ele acordado.Valeu?

Michel logo esquece Ninas, se arruma e sai apressado.
Melissa e Andressa conversam em um restaurante.

__ Andressa, você não sabe quem eu vi na rua, quando estava vindo pra cá!
__Quem?!!
__Aquele cara do morro.
__E você me fala isso com esse olhar brilhante?! Isso quer dizer que os marginais estão andando na rua à vontade.
__ Eu sei, mas ao mesmo tempo eu não sei! Eu não sei o que está acontecendo comigo! Desde que nós fomos ao morro eu não tiro ele da cabeça! Eu sonho com ele...Chego até sentir saudade dele!
__ Você está maluca, doida! E o Alessandro? Onde fica nisso tudo?
__ Não sei... Não sei mesmo. Eu não sinto mais  nada pelo Alessandro. Não consigo parar de pensar no outro.
__ Melissa! Melissaaaaaa! Para de loucura... 


Nina chega na porta da escola para esperar Micaela. Assim sua mãe pensará que ela estava na escola. Micaela sai, vê Nina encostada em um carro e vem falar com ela.

__Nina, o que aconteceu? Você foi pra onde com o Michel sua doida?
__Eu fui passear com ele, mas o seu irmão é um grosso. Ele é um ogro! Um estupido!
__Opa! Eu não tenho nada a ver com as safadezas dele.
__Você nem sonha pra onde ele me levou.
__ Pra onde?
__ Pro motel! Pior... Eu deixei ele sozinho e vim embora.
__ O que? kkkkkkkkkkk  Não acredito!
__ Acredite. Ele ficou uma fera. Correu atras de mim e tudo. Mas se ele ta pensando que vai tirar onda com a minha cara está muito enganado. Apesar deu amar ele, eu resisti e não dei! Ele não sabe com quem ele está brincando!
__ Oh, casalzinho do cu riscado vocês dois heim! Amiga já te falei que o meu irmão não vale nada, mas você quer... Fazer o que né. Vamos embora?
__ Vamos.


A tarde cai, a noite chega. Noite estrelada, boa pra passear... A noite promete.




Alessandro liga pra Melissa todo amoroso.

__ Alô! Oi, Alessandro.
__ Melissa, eu vou te buscar pra gente sair com a galera...
__ Nós vamos pra onde?
__ Pra onde você quiser, eu te levo, meu amor.
__ Qualquer lugar? Pergunta Melissa com ideias obscuras
__ Qualquer um.
__ Então quando você chegar eu falo. Tchau!
__ Um beijo!
__ Ah! Pra você também.

Mau sabe Alessandro, o que Melissa está planejando...
Nina e Micaela conversam na casa de Nina. As duas sempre se juntam pra se arrumar pra ir pro baile.

__ Eu to louca pra chegar logo a hora de ir pro baile. – Nina fala animadíssima
__ Já até sei, você quer ver o Michel.
__ Claro!
__ Cuidado! Cuidado! Eu to te avisando o Michel não e flor que se cheire...
__ Eu sei o que eu estou fazendo. Eu vou mudar esse jeito bandido de ser do Michel.
__ Eu rezo por isso, que uma mulher salve o meu irmão. Mas eu acho que não vai ser você. Mas tudo bem, não sou eu que vou dizer o contrário.

Enquanto elas conversam Michel manda trazer o rapaz que está amarrado pra morrer.



__ Pode trazer o safado aqui!

Vários homens chegam armados até os dentes e dois carregam o rapaz que mal consegue caminhar por ter apanhado muito.

__ Puxa! Vocês deixaram o resto pra mim. Caralho, filho da puta! Pensou q ia escapar de mim? Mas aí, hoje quem vai fazer o trabalho não vai ser eu...

Todos param e olham pra Michel. Ninguém entende nada...

__Vai ser o Matos quem vai fazer o serviço sujo.
__ Eu! – (MATOS ARREGALA OS OLHOS) – Que isso, você sabe que o meu negócio é outro.
__ Nada disso, você vai ter que fazer sim.
__ Que isso irmão? Pow na boa. Essa não é a minha não...
__ Ta bom então, você decide. Morre você ou ele.
__ Pelo amor de Deus irmão! 
__ Sem acordo. Você decide! Meu irmão, você que me pediu pra se meter aqui! Esqueceu?

Matos fica sem ação e não sabe o que fazer, mas resolve pegar a pistola.



Ele olha nos olhos do rapaz e encosta a pistola na cabeça dele, mas não consegue atirar. As lagrimas escorrem dos olhos do homem que chora pedindo perdão.

__ Perdão amigo! Por favor não me mata amigo! Por favor! Eu tenho filho pequeno...

Michel empurra Matos e com um sorriso no rosto dá um tiro de fuzil na cabeça do cara. Matos fica assustado com tanto sangue, tanto miolo,  e fica estatelado. Michel olha pra Matos e fala:

__ Mas tu é um comédia mesmo. Você da sorte que eu fui com a tua cara. E por que hoje eu to feliz.

Michel grita pra uns moleques carregarem o defunto.

__ Oh! Irmão leva esse verme pra bem longe. Rápido! Que hoje tem baile! Leva esse otário daqui!

Matos não consegue se mover e derrepente começa a vomitar.
Michel olha e balança a cabeça desprezando a reação de Matos.
Logo continua falando com um dos seus homens.

__ O irmão você entregou o arrego dos canas?
__ Entreguei, eles queriam mais.
__ Mais? Esses safados querem ficar ricos a minha custa. Caralho! 

Em seguida sai com o bando atrás dele.



Alessandro chega à casa de Melissa para pegá-la para sair.

__ Oi, meu amor. Você já decidiu para onde quer ir?
__ Eu quero ver coisas novas, experimentar ambientes diferentes.
__ Você quer ir numa boate diferente? É isso?
__ Não. Eu quero ir num baile funk de morro.
__ O que?! Você pirou?! Você quer ir pro morro? Ta ficando maluca Melissa?
__ Se você não quer ir, eu vou sozinha. Você que sabe!
__ Por que você faz isso? Você sabe que eu nunca vou deixar você ir sozinha!
__ Ótimo! Cadê o pessoal?
__ Estão lá fora.
__ Então vamos!

Eles vão pro carro e encontram o resto da galera... Melissa muito sorridente cumprimenta todos.

__ Oi, gente!
__ Oi! – TODOS SE CUMPRIMENTAM
__ Hoje nós iremos fazer um passeio diferente. – Fala Melissa hilariante.
__ Pra onde? – Pergunta Andressa...
__ Nós vamos num baile funk de morro. (TODOS OLHAM) Detalhe, o Alessandro adorou a ideia. Vamos?

O grupo não acredita muito, mas segue pro morro.
Melissa, Alessandro, Andressa e amigos sobrem o morro que parece estar lotado, pois muitos carros e motos estão estacionados ali. 



Começam a andar e logo encontram Nina e Micaela. Micaela que havia chamado Melissa pra curtir um baile no morro, a recebe  entusiasmada.


__ Olhaaaa você veio mesmo hein!
__ Não disse que eu vinha! Essa é minha galera... Vamos ficar juntas aqui.
__ Vamos sim, claro! Essa aqui é minha amiga/Irmã Nina. -  Micaela apresenta Nina toda entusiasmada.

Nina olha e como num sexto sentido parece reconhecer Melissa. Não vai muito com a cara dela, mas se controla. O baile está “pegando fogo”, lotadão. Nina e Micaela junto com a turma de Melissa dançam até o chão. Logo Michel e seus homens chegam no baile. Ele, como sempre segurando um fuzil, olhando o baile. Apesar de não precisar portar fuzil, ele sempre muito exibido, adora.
Quando Michel vê Nina se aproximando percebe que Melissa também está no baile e fica estatelado olhando as duas sem acreditar que a patricinha está ali. Nina, que nem sonha com Melissa se aproxima de Michel e dá um beijo na boca dele. Melissa vê e fica enciumada com o beijo.
Nina conversa com ele...

__ Michel, depois eu quero conversar com você.
__ Oi?  Ah, conversar, ta bom. -  Ele tenta disfarças e encurtar a conversa com Nina.

Nina parece pressentir, olha pra trás, pois percebe que Michel está estranho. Já fica alterada...

__ O que foi? Viu algum fantasma? Ou é alguma vagabunda mesmo?
__ Oh rapá! Para de caô! Depois eu falo com você, agora eu to resolvendo um problema aqui, valeu?



 Uma das moças que está com Melissa fica apavorada com tanta arma e fala:

__ Melissa, pelo amor de Deus onde você trouxe agente? Olha quantos homens armados, quer dizer quantos bandidos armados!

__ Eu acho que ela já achou o que estava procurando. – Andressa fala com tom de deboche.
__ Francamente, eu não sabia que você tinha atração por essas coisas! – Alessandro fala indignado com Melissa.

__ Hiiiiiiiiiiiiiiiii Alessandro, para de arrumar problema!  Vamos se divertir gente! Vamos dançar!

Nina começa a dançar. Alessandro estranha a atitude da noiva, mas não interfere. Andressa dança com Melissa, mas sempre que pode da uma olhada pra Alessandro.
Michel fica vidrado observando cada detalhe do corpo de Melissa e acaba esquecendo do resto. Nina e Micaela dançam de um lado e Melissa e Andressa do outro. Mas Nina percebe que Michel não tira os olhos de Melissa e começa a dançar com muita sensualidade, o que chama a atenção de muitos homens que estão no baile, inclusive os parceiros de Michel.Micaela percebe que Nina está chamando muita atenção e fica preocupada.

__ Nina, para com isso. Eu conheço o meu irmão, ele não vai aturar.
__ Eu vou provar pra ele que eu não to jogada fora. Eu que não to aturando ele comendo essa patricinha com os olhos!
__ Você não quer provar isso depois?
__ Negativo! É hoje! Ou eu não me chamo Nina.

Alessandro reclama com Melissa que Michel está comendo ela com os olhos.

__Melissa, esse cara não para de te olhar... Para de dançar um pouco.
__Para de bobeira! Eles tão olhando todo mundo aqui! Que isso Alê? Ciume de um bandido? Para com isso né.

Melissa continua dançando. Entre uma olhada e outra Michel percebe que Nina está chamando a atenção e fica “boladão”. Até esquece de Melissa por uns instantes. Nina finge que nem está vendo e continua rebolando. Michel não aguenta e vai cheio com a marra que ele costuma ter pra falar com Nina.

__ Você ta maluca? Você ta querendo morrer?
__ Não, por que? Está acontecendo algum problema? - Continua rebolando
__ Se alguém mexer com você, eu te quebro toda e mato o safado. É melhor você acreditar! Eu vou colocar um amigo aqui pra te vigiar...

Michel vira as costas, Nina dá gargalhadas...

Enquanto rola o baile, Matos se arruma pra sair de casa. Marluce continua não entendendo por que o marido se meteu nessa vida.

__ Amor, eu já vou.
__ Você não vai parar com essa vida, né? Você vai matar a gente, Matos! é isso que você quer? Matar a gente.

Matos respira fundo e não dá continuidade a discussão.

__ Depois agente conversa, ta. Tchau!

Matos sai de casa e vai pro baile. Logo que chega lá Michel o chama.



__ Pô, Irmão! Segura essa peça aí e fica perto da minha mina, se não eu vou ter que matar alguém aqui nesse baile hoje.
__ Fico sim. Cadê ela?
__Ta ali. Se você vê algum malandro chegar perto dela pode me chamar que nós quebra ele. Que porra essa? Nego vai ficar dando em cima da minha mina aqui, na minha cara!

Matos para como uma estátua perto de Nina. Ela percebe e morre de rir. Micaela fica tensa, pois sabe que seu irmão está nervoso.
Já Melissa dança o tempo todo e tenta tirar o noivo e os amigos de perto dela.

__ Alêê! Compra alguma coisa quente pra gente beber. Pedro, Gabi, vão também, pra ele não ficar andando sozinho por aí. Eu fico aqui com as meninas.
__ Vamos lá! – Pedro inocente aceita a ideia.

Quando eles se afastam, Andressa fala com Melissa:

__ Melissa, eu te conheço! Você está querendo alguma coisa. Cara... Você ta ficando doida?
__ Claro que eu quero! E claro que eu não to ficando doida. Se eu vim aqui pra ver ele novamente poxa.

Melissa começa a dançar chamando a atenção de Michel. Ele fica parado, com cara de safado, faz sinal perguntando por que ela não ligou pra ele e ela sorri. Nina percebe e fica mais irritada e provoca cada vez mais. Matos pedi pra ela parar...

__ Pô, colega! Por favor, para com isso. Se você continuar assim, eu vou ter que chamar o patrão aqui.
__ Por que? Você não precisa falar pra ele. Você é bucha dele por acaso? Cadeado de perereca você é?
__ Não se trata disso... Eu não quero prejudicar ninguém!

Nina não dá ouvido e continua dançando. Um rapaz bonito, sem imaginar que ela é mulher de bandido fica comendo Nina com os olhos. Depois de um tempo o rapaz se aproxima e fala algo no ouvido de Nina. Micaela fica com o coração na mão e olha com cara de piedade pra Matos, mas não adianta muito. Ele vai e chama Michel.

__ Oh, Patrão. O negócio lá ta feio.

Michel fica dividido em falar com Melissa e Brigar com Nina, Mas escolhe o pior... Já sai empurrando todo mundo.

__Quem é o safado que ta mexendo com a minha mina? Vamos lá que eu quero ver se ele vai continuar!

Micaela já arregala os olhos quando vê Michel chegando armado, transtornado empurrando todo mundo. Só que não dá tempo de avisar pra amiga...
Ele para do lado de Nina e fica olhando a cara cochichar no ouvido dela. Numa atitude debochada ele bate palmas e fala:

__ Que bonito! Cantando a mulher dos outros!

Surpreso o rapaz se desculpa

__ Pô cara desculpa, eu não sabia que ela é tua Mina.
__ Ah! Não sabia?! E nem procurou saber... Mas agora é tarde! Tu acabou de se "fuder" agora.

Nina fica nervosa, apesar de ter provocado, não imaginou que fosse mesmo acontecer.

__ Michel! Deixa o cara ele não fez nada! Por favor! Deixa ele em paz.

Já com sangue nos olhos de tanta raiva, Michel não dá ouvidos e  continua. 

__ Ele vai apanhar e você vai ver. Sabe pra que? Pra você não brincar mais comigo.

__ Que isso Michel! Não faz isso! – Micaela fica apavorada com o irmão e tenta acalma-lo.
__ Vamos embora! Traz os dois! E a senhora vai pra casa agora! Anda dona Micaela. Mete o pé agora pra casa.

Micaela sai esbaforida pelo morro.

Bem longe dali os pais de Melissa e Andressa jantam juntos em um restaurante chique.
Mirtes e Milton, pais de Andressa e Carmelita e Otávio, pais de Melissa, conversam.

__ Eu não sei o que é, mas eu estou com o coração apertado.
__ O que é isso, meu amor? Você não está gostando do nosso passeio? - Otávio tenta acalma-la
__ Claro que sim, não isso.

Mirtes parece ter algum pressentimento.

__ Engraçado, eu também estou sentindo um desconforto.
__Será que é genético. – Milton ironiza
__ Os meninos saíram, né?

__ As amáveis mamães sabem, por acaso onde os seus filhotes estão?

__ Que eu saiba eles saíram pra dançar ué. -  Carmelita fala, mas continua  com um mal estar.

Mirtes logo puxa assunto sobre o casamento de Melissa e a conversa continua sem grandes alteração. 
No morro, Michel e seus capangas levam o rapaz e Nina para um lugar afastado do baile. Michel com muita raiva fala:

__ Coloca essa garota aí de frente e segura ela. E aí seu pela saco mexeu com a minha mulher né . Agora você vai pagar.

Michel bate, bate, bate... Depois pega um tijolo e quebra na cabeça do rapaz. Nina chora e grita pra ele parar o tempo todo, mas ele não para de bater no homem...

__ Para Michel! Paraaaa por favor! Para Michel!
__ Ahhhhh sua filha da puta, agora ta pedindo pra parar né!

Depois de muito bater e o cara estar todo arrebentado, praticamente desmaiado ele cansa e manda levar o pobre coitado...


__ Leva esse safado, bota ele pra correr do morro. Agora eu quero ficar sozinho com a minha mina.

Os homens arrastam o rapaz todo ensanguentado.

__ Você é um monstro, bicho, animal, monstro!!!!! – Nina grita...

__ Cala a boca porra... cala a boca.

__ Se você pensa que você vai me matar e eu vou morrer quieta, você está muito enganado. Me mata então seu covarde!

__ Você não tava querendo isso, então conseguiu. Ta pensando o que garota? 

__ Eu só queria que você me olhasse, Mas você é incapaz de perceber quem realmente gosta de você. Esse pessoal todo aí do morro não passa de um bando de puxa – saco e você pensa que é o rei por causa disso e pisa nas pessoas que amam você de verdade. Seu animal!

__ Cala a boca, porra, fala baixo comigo.

Michel fica nervoso aponta a arma pra Nina, mas dispara  pro alto. Nina fica com os olhos bem apertados, surda por uns segundos.

No baile Alessandro se assusta...

__ Melissa, olha só estão dando tiro! Vamos embora daqui!
__ Só você que se assustou ninguém se mexeu no baile.
__Ahhh, com medo eu também estou. – Gabriela já querendo ir embora tambem apoia Alessandro.
__ Isso não e nada, gente. – Melissa tenta acalmar os amigos e continua dançando.

Micaela corre muito até chegar na casa da mãe de Nina. Chegando lá, ela bate com força na porta.

__Tia! Pelo amor de Deus! O Michel vai matar a Nina! Corre Tiaaaa! O Michel vai matar a Nina!

A mãe de Nina acorda  e atende Micaela.
__ O que houve? O que aconteceu? Minha Nossa Senhora ... Que gritaria é essa?!
__Gente pelo amor de Deus! Não dá tempo pra explicar! Vamos lá!

Todos vão correndo. Nina continua discutindo com Michel...

__Você está me tirando como otário? Eu quebro a tua cara! Sua filha da puta. Eu vou quebrar as tua pernas...

__Você está pensando que eu tenho medo de você? Eu não tenho!!!!

__Ah, não tem medo? Eu vou te arrebentar sua filha da puta!

Michel puxa Nina pela blusa a joga no chão.

__Você vai me respeitar por bem ou por mal!

Matos olha e sai de fininho... Muita gente assiste, mas não se mete. Briga de marido e mulher ninguém se mete, principalmente se o marido for bandido.

Nina se debate e dá socos em Michel, mas ele mais forte consegue bater nela.

A mãe de Nina chega e desesperada fala com Michel

__ Por favor! Solta a minha filha! Não faz isso!
__ É melhor todo mundo vazar daqui! Essa garota é muito abusada! Vai sobrar pra quem se meter!
__ Deixa a minha mãe fora disso! Se você encostar um dedo na minha família, eu te mato, seu desgraçado!
__ Ahhh! Quando você me deu mole, não pensou nisso!

Nina fica irada quando vê ele se referindo a ela assim e tenta bater nele. Michel pega Nina e dá uma gravata.
Várias pessoas assistem a briga quando a mãe de Michel chega de camisola.

__Michel! Solta esta menina agora. Agooooora! Não esqueça que eu sou sua mãe e eu estou mandando você soltar agora!

Michel olha pra mãe, demora alguns segundo e dá um empurrão em Nina.

__Vai! Some da minha frente, sua filha da puta! Se não eu vou acabar perdendo a cabeça.

Nina corre pra perto da mãe e vai embora com a família. Luisa fala com Michel com o coração dilacerado, os olhos cheios de lagrimas.

__Eu não acredito que coloquei você no mundo! Um monstro... 

Michel fica resmungando se limpando e endireitando a roupa.
Luisa sente uma tristeza muito grande de ver no que o filho se transformou. Sem falar mais nada ela vira e sai, mas quando passa por Matos ela fala baixinho com ele:

__Obrigado, por ter me chamado. Você é um rapaz bom.


Michel volta pro baile todo lanhado, puto da vida. Muito agitado, ele dá tiros pro alto. Mesmo assim o baile continua como se nada tivesse acontecido. Melissa e os amigos continuam lá sem imaginar que pra eles a noite ainda vai render...







Nenhum comentário:

Postar um comentário